Notícias SEJA‎ > ‎

Desafio Inicial

postado em 6 de abr de 2016 15:07 por Webmaster SEJA   [ 6 de abr de 2016 15:20 atualizado‎(s)‎ ]
Era 21 de abril, mas sem aquele gosto de feriado porque era um domingo. Porém, havia um certo gosto no ar... era o dia em que daríamos um passo decisivo. O grupo que resolvera fundar a SEJA havia marcado aquele como o dia da fundação da instituição. Como num desses dias grandes da vida, eu esperava as horas passar e como passaram lentas. Tão lentas que eram angustiantes, com tempo de sobra para várias voltas de carro na avenida a fim de gastá-las.

Lembro vivamente das cores da roupa, escolhida para fazer bonito naquele que seria um grande dia. Foto, emoção, comemoração. Hora marcada, pessoas se avolumando, muito mais até do que havia pensado. Naqueles cinco minutos que faltavam para a dita hora pensei que nossa causa de uma casa inspirada na obra de Joanna de Ângelis havia ganho mais simpatizantes do que os poucos que houvéramos tomado a decisão.

Relógio na marca, mas nada de Oscar sair de uma reunião com os então dirigentes da AME. Olhava para os demais companheiros e todos tínhamos olhar de interrogação. Só pergunta, nenhuma resposta. Achei que o que sentia era apenas nervoso. Todavia, era a tradução de um momento grave... dado que a nossa comunidade espiritual, digamos assim, já sabia, o que não sabíamos, ou o que inocentemente não queríamos ver.

Passada meia hora de atraso, que pareceu muito mais do que uma metade, auditório tenso, pergunta sem resposta, bocas meio murchas, um clima no ar... o que será? E o que houve foi mais inusitado do que poderíamos supor: por um desses desacordos do destino ficamos sem ter onde instalar a SEJA.

Porém, como diz Joanna “o socorro sempre chega antes.” Nesse caso, chegou logo em seguida! A proposta fraterna de compartilhar o prédio do Centro Espírita o Novo Mundo foi a resposta apaziguadora que afugentou a lentidão das horas, diluiu a tensão e restaurou os sorrisos nas bocas das quais brotavam planos para vencer o desafio inicial: não ter teto, mas ter casa. E, na quarta-feira seguinte, 24 de abril, que mais pareceu um domingo de festa, fundamos a SEJA.

*Denise Lino é expositora espírita nacional. Evangelizadora de juventude. Membro da Sociedade Espírita Joanna de Ângelis - SEJA. Colabora com periódicos espíritas e leigos. É professora da Pós-graduação em Linguagem e Ensino da UFCG
Comments